O efeito das linhas




capa linhas

Se você já sabe qual é o seu biotipo (se não sabe leia esse post!), é hora de começar a escolher roupa pensando no efeito que ela tem na silhueta.

As linhas que surgem no look são elementos dos mais importantes e influenciadores quando queremos nos vestir de forma a valorizar o corpo que temos.

Existem linhas verticais, diagonais (ambas normalmente alongadoras e emagrecedoras) e linhas horizontais.

Se você foge das peças com listras horizontais “por que elas engordam”, então você vai ter uma grande descoberta hoje.

As linhas horizontais realmente tem um efeito “alargador” da parte do corpo onde elas estão posicionadas. Partindo deste princípio vamos usá-las para criar proporção ideal e compensar ombros ou quadris muito largos para o resto da silhueta.

É aquela história:

Se você tem ombrão, use estas linhas no quadril, pra criar um quadrilzão à altura, e garantir o efeito ampulheta.

Se você tem quadrilzão, é o inverso. Busque peças que criem linhas horizontais mais próximas dos ombros.

E é aí que é preciso exercitar bem o olhar pra encontrar as linhas horizontais mais fortes da roupa. O que cria essas linhas mais do que tudo é o contraste de cor – observe a linha vermelha nas imagens abaixo:

cor (1)

Então não são só as listras que podem ter um efeito indesejado, mas qualquer linha horizontal quando usada sobre a parte que você mais quer esconder.

E eu, como boa advogada das listras, quero mostrar como você pode usar qualquer linha da roupa ao seu favor.

*Quadrilzão x Ombrinho:

Pra quem tem o biotipo triângulo, importa colocar linhas horizontais na parte de cima do corpo (e o mínimo de informação possível na parte de baixo):

-decotes tomara que caia, canoa, ombro a ombro;

-detalhes em outra cor;

-listras;

-colares de ombro;

-cabelos com volume, cortados da altura do peito pra cima (!!!);

-cintos na cintura (evite cintos muito chamativos no quadril);

-barra de blusas terminando do ossinho do quadril pra cima.

triangulo

*Ombrão x Quadrilzinho

Pra quem é do biotipo triângulo invertido, as linhas horizontais irão favorecer quando estiverem na parte de baixo do corpo (evite os itens citados acima se você não conseguir perceber como compensá-los):

-minissaias;

-jeans rasgado na altura da coxa;

-saias em A;

-barra de blusas terminando na parte mais larga do quadril;

-cintão no quadril;

– cabelo liso e comprido (não é uma regra, mas pode influenciar).

tinvertido

Além disso essas linhas podem dar impressão de que somos mais altas ou mais baixas. De forma geral nosso corpo é dividido igualmente entre tronco e pernas. E eu observei que quando repetimos essa proporção na roupa, tudo parece mais harmônico e agradável (mesmo que se divida em mais partes, desde que iguais).

Por outro lado, quando criamos desproporção entre as partes, isso gera uma estranheza, por que foge da harmonia que a gente “espera” encontrar num corpo – e nessa tentativa de compreensão do cérebro, a impressão que temos é a de que algo é mais curto naquele todo.

*Exemplo de linhas dividindo a silhueta entre partes iguais:

proporcao

Parece que tudo está no lugar, não é?

Exemplo de linhas dividindo o corpo em partes desiguais:

desprop

Também parou pra tentar descobrir o que está errado, ou só eu?

Isso é bem genérico, não podemos dizer o que é certo ou errado, mas serve pra passar a observar mais o espelho e escolher o look de forma consciente. Por que a gente já sabe, na moda tudo é possível. Aqui estamos apenas falando de proporção. Estilo é outra coisa!

Leia também:

BATOM MATTE

QUE TIPO DE SOBRANCELHAS LHE FICA BEM?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>